Gazeta Regional
Quinta-Feira, 27 de Abril de 2017

Política

"Eu sou bem otimista"

20/04/2017 - 19:48

Iniciado o segundo mandato, a prefeita de Cristal, Fábia Richter fala da continuidade do trabalho, alguns objetivos da gestão e de sua dedicação as questões regiões, antecipando que não será candidatada a deputada na próxima eleição.

 

Como a prefeita avalia os cem primeiros dias de governo?

Num primeiro momento reorganizamos administrativamente e priorizamos todas as atividades de encaminhamento do ano letivo. Nos organizamos na Secretaria de Educação com a questão de diretores e equipes diretivas. Priorizamos também as estradas, bueiros, para fazer com que o ano letivo pudesse começar logo. Tivemos uma tranquilidade porque não tínhamos grandes compromissos políticos, só fizemos uma organização administrativa. Acho que nossos cem primeiros dias não foram ótimos, pois tivemos situações ruins no Município, como por exemplo, o vendaval que nos colocou numa situação de calamidade com prejuízos na lavoura. Realmente fez com que saíssemos do nosso planejamento. Algumas situações de assaltos, de violência, que fazem com que este ano não tenha começado muito bem, coisas que fogem do nosso controle, mas não tenho como avaliar de forma totalmente positiva esses cem primeiros dias e ficar sem falar sobre isso. Na questão financeira, nosso orçamento está maior, mas hoje nós estamos fechando no negativo, porque fizemos muitos consertos de equipamentos e máquinas que tínhamos deixado um pouquinho para poder encerrar as contas do ano passado. Agora arrumamos tudo e vai demorar um pouquinho para o orçamento se equilibrar ao longo desse ano de 2017.

 

O que foi proposto na campanha e já realizado? Quais as dificuldades para os demais projetos?

Não fizemos uma campanha discutindo grandes promessas. Sempre fizemos compromissos com a comunidade tranquilos de serem enfrentados e conquistados. O que fizemos, de fato, foi construir nossa missão, nossa visão, questões administrativas dos princípios desta administração. E temos trabalhado fazendo com que todas as chefias, todos os CCs, todo mundo que vai trabalhar conosco conheça de fato quais são os nossos objetivos. O próximo passo agora é que cada secretaria faça uma pactuação em um determinado prazo para cumprimento de algumas atividades. Nossos compromissos são sempre relacionados a projetos transversais. Então pontualmente, não posso dizer que fizemos tal coisa que havíamos nos comprometido com a comunidade. Como esse é um trabalho de continuidade, estamos sempre conversando com a comunidade, buscando deixar as pessoas confortáveis, atendendo todas as demandas. Não tem nada que diga, isso era uma promessa de campanha e foi feito. Eu não assumi nada de diferente do que já vinha sendo feito. É diferente do que quando a oposição entra, quando um novo mandato entra. Não foi nosso caso, era um projeto de continuidade.

 

Qual o principal foco da administração? Algum projeto a destacar?

Neste mandato, além de cuidar das pessoas, nós vamos trabalhar com a questão da urbanização e melhorar com obras. Uma promessa de campanha que estamos cumprindo para a juventude é a pista de skate. Hoje (terça-18), está tendo a licitação, então muito rapidamente veremos obras acontecendo com melhorias na nossa praça principal. Teremos algumas mudanças importantes em questão de trânsito e pretendemos em 2017 fazer algumas obras de urbanização que a comunidade vai notar.

 

Como imagina que o Município vai encerrar o primeiro ano do mandato?

Depende muito de como o Brasil vai se comportar e o Estado também. Eu não acho que vai ser muito ruim não. Eu sou bem otimista. Acho que a gente tem ido bem, estou muito motivada, feliz e vamos tocar com toda a energia e força, não só nos projetos municipais, mas nos regiões também, como a duplicação da BR-116 e essa questão da mineração da Votorantim. Temos que fortalecer a região e nos preparar para uma visão regional com uma representação realmente regional. Não sou candidata a deputada na próxima eleição em hipótese alguma, vou cumprir meu mandato de prefeita. Mesmo que eu seja apertada não vou ceder às pressões, mas vamos trabalhar para que nossa região tenha uma representação forte. Uma pessoa com visão de região, que esteja acima dos partidos e dos compromissos pessoais dela. Esse é nosso sonho. Esperamos que o ano de 2017 possa ter uma acomodação do Brasil, por mais difícil que possa parecer, mas a expectativa é de que tenhamos um ano de bom fechamento sim. Espero que sim.  

Foto: Prefeitura de Cristal/Divulgação


Banner 1
Banner 1
Banner 1