Gazeta Regional
Domingo, 25 de Junho de 2017

Cultura e Lazer

Grandes espetáculos musicais movimentam a Costa Doce

11/02/2017 - 18:52

O cantor mais popular do Brasil no momento, Wesley Safadão, protagonizou um grande show na noite de 1 de fevereiro, em uma bela estrutura montada ao ar livre ao lado do Salão Pinz, em São Lourenço do Sul. Conforme estimativa da Brigada Militar cinco mil pessoas participaram do evento, que embora recebendo excursões de vários pontos de Estado, transcorreu sem nenhum incidente.

A abertura da festa contou com a presença do cantor camaquense Athos D’oliveira & Banda, que com muita competência esquentou o público até a entrada de Wesley Safadão no palco. O carismático cantor, com seus hits “Vai Safadão” e “Solteiro de novo”, incendiou a plateia, que interagiu o tempo todo durante as duas horas de show. No final, enrolado na bandeira do Rio Grande do Sul, Safadão cantou “Querência amada”, de Teixeirinha, e alguns sucessos de Tim Maia.

Em sua passagem pelo Estado ela ainda se apresentou no Planeta Atlântida, e nesta semana embarcou para uma turnê na Europa. Ex-vocalista da Banda Garota Safada, que reunia seus irmãos e primos, Wesley Safadão foi ganhando notoriedade no mercado artístico de Fortaleza, no Ceará. Hoje, o cantor é figura constante na televisão e realiza uma média mensal de 25 shows por mês.

Além da energia do evento o compromisso social foi a marca da promoção liderada pelo jovem empresário camaquense Rafael Peglow, com a arrecadação de quase três toneladas de alimentos, que foram repassadas a entidades de Salão Lourenço. “Mostramos que é possível investir em grandes espetáculos, vamos manter nosso trabalho aqui, mas queremos levar toda esta energia para eventos em Camaquã”, antecipou.

Dando sequência aos grandes shows na região, no sábado de carnaval, 25 de fevereiro, o estádio Zeca Lemos recebe o Baile do Telô. À frente do evento outro jovem empresário, Guilherme Aranha, que também está apostando em promoções de grande porte.

 

Camaquã pode mais...

Há um bom tempo Camaquã não recebe um evento de porte na área musical. Cidade polo da região da Costa Doce os camaquenses só assistem as atrações nacionais passarem na BR 116 para se apresentar em outras cidades. Devido a falta de opções o jovem empresário Rafael Peglow (foto), buscando investir em eventos diferenciados, assumiu a direção do Salão Pinz (São Lourenço do Sul), e em seu segundo ano no comando do espaço, tem se mostrado um grande empreendedor do show business.

Depois de contratar Nego do Borel e Raça Negra, ele ousou e na noite de 1 de fevereiro, trouxe o maior nome dos palcos brasileiros do momento, Wesley Safadão. Evidente que é preciso evoluir em alguns pontos, afinal foi o primeiro mega evento. Mas é importante destacar sua determinação ao apostar em um investimento deste porte e ainda abrir espaço para novas bandas como o talentoso cantor camaquense Athos D’oliveira. Além disso foram arrecadadas quase três toneladas de alimentos, numa festa que ficou marcada pela alegria e transcorreu sem nenhum incidente. Quem sabe não está chegando a hora de Camaquã também ganhar um grande espetáculo?

Fotos: Arquivo Criarte


Por: Catullo Fernandes


Banner 1
Banner 1
Banner 1